Higienização Completa De Seu Pet

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (28 votes, average: 4,00 out of 5)
Loading...

Assim como a gente precisa tomar banho, cortar as unhas e limpar as orelhas, os animais de estimação também devem ter sua higiene. Dessa forma, você garante a saúde e o bem-estar tanto deles quando de sua família. Se eles estão sempre sujos, têm mais chances de carregar microorganismos que podem provocar doenças (como diarréia) nas pessoas.

Confira a seguir o que fazer para garantir que seu bichinho de estimação viva sempre feliz.

Agenda de limpeza

Limpar os olhos
Para limpar as orelhas de um cão, não use objetos pontiagudos. Enrole uma gaze ou pano macio em um cotonete e limpe calmamente. Cachorros com orelhas grandes costumam ter mais problemas nos ouvidos do que aqueles que possuem orelhas pequenas. Na hora do banho, use protetores, porque o ouvido dos animais favorece o acúmulo de água. A frequência dessa limpeza varia de acordo com a raça, mas, no geral, deve ser feita uma vez por semana.

Tosa Higiênica
Assim como o banho, a tosa também depende da raça do animal. Quando os pêlos começarem a incomodar, ela deve ser feita para garantir a limpeza, especialmente da região genital e das patinhas. Pelagem muito comprida e embaraçada abafa a pele e propicia o aparecimento de fungos, micoses e dermatites, que podem levar à queda total dos pêlos. Além disso, a tosa previne doenças de pele, falhas na pelagem e problemas provocados por pulgas e carrapatos.

Veja Também Dicas De Limpeza De Ouvido Para Seu Cachorro

Tomar banho
Não existe uma regra para isso. Depende do ambiente em que o animal fica e da raça dele. Em geral, a recomendação é lavá-los em intervalos de sete a dez dias no verão e de dez a 15 dias no inverno. Bichos de pêlos longos precisam de banhos mais freqüentes. Já os filhotes só devem ir para a banheira depois de tomar as vacinas.

Cortas as unhas
As unhas caninas precisam ser sempre bem aparadas para que não encravem nem inflamem. Mas é preciso cuidado, porque essa região é bem delicada. Qualquer corte errado pode provocar machucados e infecções. A freqüência varia com a idade do bichinho. Se ele é criado com liberdade e anda muito em superfícies ásperas, as unhas vão se manter curtinhas naturalmente. Já os animais mais idosos, que não têm ânimo para raspar as patas no chão ou nos objetos, necessitam de zelo redobrado.

Escovar os dentes
Esse cuidado é simples e deve começar bem cedo na vida do seu animal de estimação. Ele permite que as gengivas e os dentes dele fiquem saudáveis, evitando a proliferação das bactérias responsáveis pela queda das presas e outros males. Sem falar que, com uma boa escovação, você elimina o famoso (e nem sempre suportável) ”bafo de onça”. A frequência ideal da escovação de dentes é três vezes por semana. Além disso, o animal deve ir ao veterinário para fazer a raspagem do tártaro anualmente.

Volte Para O Início Do PetShop Manaus